24 de outubro de 2013

Faça-me ficar.


Eu sei, é eu sei que você me quer por perto, que quer me arrancar um sorriso, se não dois, que quer me abraçar forte quando a calada da noite chegar, que quer me dá um beijo até eu perder o fôlego.

Agora te peço que me faça querer ficar e querer mais de você. Faça-me querer-te ver sorrindo todo dia de manha, faça-me querer se envolver no teu abraço, porque com você eu não terei mais medo do mundo. Abraça-me em dia de domingo, fica ali deitado comigo, comendo brigadeiro juntinho, faça-me sorrir mais, porque eu tenho um sorriso lindo e quero que você seja o dono dele.

Diga que me ama quando não souber mais o que dizer e quando não souber mais o que fazer me beije, esse será o melhor jeito de pedir pra permanecer do teu lado.

Chega junto, vem me diz o que você quer de mim, - ah, já sei, você está querendo que eu te arranque um ou dois sorrisos, não é!? Cuidado, assim eu acabo fazendo você ficar do meu lado de vez.

Vem, faça-me ficar ao som da tua voz e violão cantando "meu bem querer" só pra mim, me faça ficar pra nunca mais querer sair de perto de quem um dia cuidou tão bem de mim, me faça querer ficar acordada até de madrugada conversando com você, me faça chorar de rir com suas piadas idiotas, me fale o que você quer que eu faça pra te fazer feliz todos os dias.

Não seja grudento amor, mas quando tiver de ficar do meu lado, que você fique, pois é a melhor companhia que existe e, eu quero que seja assim, doce, mas não muito para não enjoar, que tenha uma pitada de chocolate amargo e que seja meio ao leite também, seja crocante em pedaços do dia e cheios de pimentas à noite.

Peça me para ficar quando estivermos a sós, eu sei que deve ter um pedaço de queijo guardado na geladeira e você ainda espera dividir comigo junto com um copo de coca cola, se necessário puxe meu cabelo, para não me deixar ir. Conte-me suas histórias aos pés do ouvido, mas se nada dê certo, abuse das caretas que só você sabe fazer, mas não me deixe ir, faça-me ficar.

2 comentários:

  1. Amei! Viajei em meus pensamentos lendo esse texto. Parabéns, K.

    G. Chevalier

    ResponderExcluir